Estados e municípios “desviaram” vacinas e desobedeceram Plano Nacional de Imunização

Estados e municípios “desviaram” vacinas e desobedeceram Plano Nacional de Imunização

Doses foram aplicadas em quem não deveria ser vacinado ainda

Dados apresentados nesta quinta-feira (16) pelo Ministério da Saúde revelaram que estados e municípios desobedeceram as diretrizes do Plano Nacional de Imunizações e aplicaram doses de vacinas contra covid19 em grupos que não eram os definidos pelo plano.

Possivelmente, o “desvio” de vacinas ocorreu em função de uma disputa entre gestores de todas as esferas que buscaram auferir algum ganho político com o avanço da vacinação no país.

O PNI estabeleceu o início da vacinação para adolescentes a partir de 12 anos teria início apenas no dia 15 de setembro de 2021 apenas com a vacina da Pfizer, que é a única vacina autorizada pela Anvisa para esta faixa etária. Mas até ontem, havia 3.538.528 vacinados entre 12 e 17 anos com todos os imunizantes.

Dados apresentados nesta quinta-feira (16) pelo Ministério da Saúde revelaram que estados e municípios desobedeceram as diretrizes do Plano Nacional de Imunizações e aplicaram doses de vacinas contra covid19 em grupos que não eram os definidos pelo plano.

Possivelmente, o “desvio” de vacinas ocorreu em função de uma disputa entre gestores de todas as esferas que buscaram auferir algum ganho político com o avanço da vacinação no país.

O PNI estabeleceu o início da vacinação para adolescentes a partir de 12 anos teria início apenas no dia 15 de setembro de 2021 apenas com a vacina da Pfizer, que é a única vacina autorizada pela Anvisa para esta faixa etária. Mas até ontem, havia 3.538.528 vacinados entre 12 e 17 anos com todos os imunizantes.Continua depois da publicidade

Além de adiantar irregularmente o cronograma de vacinação, provocando em alguns casos a falta de vacinas para os grupos prioritários, foram aplicadas doses de vacinas que ainda não tem comprovação científica para a adolescentes, fora do que foi autorizado pela Anvisa.

O Ministério da Saúde suspendeu a vacinação de adolescentes sem comorbidades, seguindo uma recomendação da OMS.

Ao todo, 26.777 pessoas de 12 a 17 anos receberam de forma errada as vacinas da Jansen, Butantan e Astra Zeneca. O caso mais grave é o de SP, que vacinou 6916 pessoas com a vacina errada. Neste estado, o governador João Doria (PSDB) avisou que vai continuar desrespeitando o PNI e vai manter a vacinação de adolescentes sem comorbidades.

O Ministro da Saúde esclareceu que quem tomou vacina irregularmente não deverá tomar a segunda dose, devendo prosseguir com o esquema vacinal apenas quem tem comorbidades.

 

Siga a nossa página do Facebook: https://www.facebook.com/acmnoticiasmg

Siga o nosso Instagram e fique por dentro das novidades: https://www.instagram.com/acmnoticias/

 

Por portalnovonorte

CATEGORIAS
TAGS
Compartilhar Esse

COMENTÁRIOS

Wordpress (0)
Disqus ( )