Deputado propõe uma CPI da Facada: ‘Bolsonaro aproveitou a situação’

Deputado propõe uma CPI da Facada: ‘Bolsonaro aproveitou a situação’

Para o parlamentar, “muitas coisas não estão explicadas”

Nesta segunda-feira (13), o deputado federal Alexandre Frota apresentou pedido de abertura de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar a facada contra o presidente Jair Bolsonaro, em 2018.

Para o parlamentar, “tudo leva a crer que Bolsonaro tinha um problema sério no intestino e aproveitou-se dessa situação, criou esse fato” para vencer as eleições.

– Bolsonaro tinha 8 segundos de televisão e passou a ter 24 horas […]. Foi na facada que ele ganhou as eleições – declarou o deputado, em entrevista ao Poder360.

Na época candidato à presidência, Bolsonaro foi alvo de atentado no dia 6 de setembro de 2018, durante campanha em Juiz de Fora (MG).

O criminoso, Adélio Bispo de Oliveira, foi preso em flagrante e posteriormente absolvido por ser considerado “inimputável”.

A pena foi convertida em internação psiquiátrica por tempo indeterminado, e Adélio cumpre sentença na Penitenciária Federal de Campo Grande (MS) desde 2018.

– Por que Bolsonaro aceitou tão facilmente que Adélio agiu sozinho? Espero que Arthur Lira (PP) não aja a favor de Bolsonaro, como tem feito – queixou-se Frota.

O deputado espera que a deputada Erika Cokay (PT-DF) seja a relatora e que o deputado Junior Bozzella (PSL-SP) seja o presidente da CPI.

Desde o atentado, o chefe do Planalto foi submetido a seis cirurgias, quatro delas em decorrência da facada.

No último dia 14 de julho, ele foi diagnosticado novamente com obstrução intestinal, mas, após período de observação, os médicos descartaram a necessidade de novo procedimento e lhe deram alta hospitalar no dia 18 de julho.

 

Siga a nossa página do Facebook: https://www.facebook.com/acmnoticiasmg

Siga o nosso Instagram e fique por dentro das novidades: https://www.instagram.com/acmnoticias/

 

Por plenonews

CATEGORIAS
TAGS
Compartilhar Esse

COMENTÁRIOS

Wordpress (0)
Disqus ( )